quinta-feira, 25 de junho de 2015

blog/amaliatavaresmensagens
Como começou? Eu não saberia explicar...
Tudo começa com as canções, que se tornou para mim uma linda historia , é preciso acreditar que as coisas nos vêm em determinado tempo, acredito ser um tempo em que se conecta de alguma forma os pensamentos que se encontram em algum lugar distante daqui...
Como poderia esquecer quando cantou para mim pela primeira vez, posso lhe falar que senti um calafrio repentino que para mim não devera nunca deixar de cantar suas belas canções...
A emoção se fazia no ar, e posso lhe dizer que nunca havia visto coisa mais bela, sentia que lhe vinha do coração e de sua profunda inspiração da alma, única como sabes, e de alguma forma sou grata por existir, por de alguma forma me inspirar a escrever historias de amor e lindos poemas que atravessam o tempo e ficam gravados nas almas que se amam.
Na imensidão dos caminhos que se cruzam de alguma forma sendo destinos entre pessoas que vivem com outros bilhões de seres e de alguma forma e por uma única razão se cruzam mesmo nunca ter se encontrado, um gesto, uma afinidade de almas que se recorda de uma vida vivida há muito tempo atrás.
Uma energia que se encontram no espaço e no tempo por segundos como se uma porta se abrisse no tempo e deixasse por alguma razão escapar aqueles sentimentos e pensamentos se encontram de novo e não podem mais deixar de existir um para o outro, mesmo que os encontros e as lembranças sejam nos sonhos aonde as almas se permitem viajar nas galáxias e nas estrelas e ficarem por breves momentos juntos!
Acredito na energia do amor que liga os seres em todas as direções do Universo, e de alguma forma eu me recordo mesmo com os olhos fechados e o reconheceria porque sentiria seu perfume que me faz feliz!
Imagino que a caminhada até encontrar nossa outra parte é a sensação de estar cercados por pessoas, mas o coração não vê ninguém por perto!
E a saudade é estar longe, sentir vontade de voar; e estando com a sensação que o outro, esta perto, querer parar o tempo e viajar no espaço para aliviar aquela sensação de olhar nos seus olhos que para mim brilham como duas estrelas a me guiar em sua direção.
Uma vez que sinto o seu adeus mesmo sem querer ter partido e deixado à metade do seu coração em mim...
E hoje mesmo com a distância de raças e línguas é como se através de suas canções se tornassem o amigo que ainda não pude abraçar...
Acredito que o carinho é quando não consigo encontrar nenhuma palavra para expressar o que sinto e falo com as mãos colocando o afago em cada dedo, tentando alcançar a distancia que se faz entre mim e você!
E tenho esperança que um dia possamos nos encontrar aqui neste tempo e lugar, pois minha fé é quando entendo e digo isso com tanta certeza que meu coração sussurra baixinho que posso considerar feito!
E quando eu te encontrar lhe falo com minhas lagrimas, pois é assim que pede o meu coração que fale através do meu olhar... Pois mesmo tendo feito a viagem, deixaria o cheiro de amor através da eternidade!

Amália Tavares Luz

25/06/2015