quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

blog/amaliatavaresmensagens

Poetiza e o Cantor (2)

Os dias amanhecem diferentes, no céu azul  o vento sopra  anunciando a primavera.
Os dias chegam e nas tardes caminho entre as flores e o perfume invade toda a casa que já não tem a mesma alegria de quando caminhava por aqui com suas canções...
Olho para a sala o seu piano solitário ao canto , sou capaz ainda de ouvir suas melodias ao som suave da sua voz, compondo suas letras que falavam dos encontros dos amores nas estrelas.
Desço as escadas e o vejo adormecido entre as partituras , seu rosto tranquilo perdido nos devaneios dos sonhos e suas canções.
Acaricio sua face e num leve sorriso segura minha mão reconhecendo meu carinho.
Num toque suave , me encosto em seu peito e ali fico ouvindo as batidas do seu coração.
Sinto sua respiração tranquila na certeza que posso acreditar que tudo é real.
Como posso esquecer das noites que silenciavam o meu coração com sua forma de amar através de suas canções.
Pois sabia que as letras falavam do nosso amor.
De onde posso esperar outras melodias, de onde vem sentimentos e lembranças esquecidas que de repente invadem meu coração e como flashes estão de volta em minha memoria.
O mundo entra pela minha janela através do vento e posso ouvir sua voz e sua canção.
Acredito na mensagem ao som do vento que traz com ele sua voz me chamando, como diz a lenda o vento viaja os quatro cantos do mundo!
O sussurro das arvores através do vento trazem noticias de um mundo onde voce e  eu , nos encontraremos novamente.
Ouço seus passos chegando na varanda, posso sentir sua respiração, posso ouvir sua canção.
De onde vem , porque somente hoje me desperta com lembranças dos nossos dias ao som do piano nas tardes de primavera.
Tudo ficou registrado em nossas almas adormecidas por longos anos e nesta vida nossos poemas se encontram e nos despertam.
Minha poesia e suas canções juntos novamente !

Amália Tavares Luz - 03/12/2014