quinta-feira, 17 de abril de 2014

blog/amaliatavaresmensagens






Lembranças
A esperança brota em meu coração em cada amanhecer, na minha sensibilidade as emoções vão surgindo de mansinho...
Já não mais esquecida e sim lembrada às emoções um dia vivida e realizadas.
Um breve instante a cada um ser é dado momentos somente...
Vivencias sobre uma era que ficou apenas em minha memoria... De longo tempo.
Momentos em que ao olhar para o céu, vem como fragmentos em minha alma em outras existências!
Sei que não deveria estar sentindo as, mas não tem jeito; elas veem e teimam em vagar em meu intimo e em minha mente, como sementes que germinam e criam raízes profundas a que vem florir toda primavera.
Por que razão não esquecer... E por outro lado não lembrar?
Tudo vem como flashes, como se fossem cenas de um filme, com pequenos cortes e outras vezes tão completa.
De lugares por andei, de pessoas que um dia amei... O incrível é que me lembro de você, do som da sua gargalhada e da sua voz, muitas vezes do seu sorriso meio de lado, e com o mesmo olhar sereno e tranquilo a me fitar. Lembro-me do calor da sua mão segurando a minha, dos gestos com as mãos ao me falar de qualquer assunto, do seu olhar sério quando estava preocupado, e do seu abraço que me fazia esquecer-se de qualquer problema que viesse acontecer, sua maneira calma de conduzir  e resolver qualquer coisa!
Mas também me lembro do dia que parti e o deixei, ainda posso sentir suas lagrimas caindo sobre meu rosto e sua voz tremula que pude perceber pela primeira vez o medo em seus olhos, seu abraço neste momento parecia sumir, como se eu tivesse desaparecendo aos poucos e na impotência de me agarrar a você e poder ficar...
Onde esta? Porque tive que partir? Será que posso um dia ainda te encontrar... Só sei que também estou sozinha e quando as lembranças veem; eu tento segura-las o máximo que posso para ter você aqui perto!
Amália Tavares Luz 15/08/2013 13h00min