quarta-feira, 14 de novembro de 2012


O dia amanhece  e a sensação de sua presença esta cada vez mais distante em minha memória, aonde foi que nos perdemos....., as lembranças  teimam e persistir  como  o toque da brisa que faz as cortinas da janela dançar suavemente, fazendo me lembrar do toque de suas mãos  no meu rosto, seu beijo em minha nuca me dizendo palavras doces ao pé do ouvido, o arrepio tomando conta de mim em uma sensação de querer ficar ali em seus braços para sempre.
Seu olhar a me procurar no meio da multidão e logo cruza com os meus, e sinto que neste  pequeno momento  estou protegida, saudades dos beijos carinhosos nos quais você buscava pela madrugada e querendo muito mais do que somente beijos.
Vidas que se encontram depois de uma longa separação  e começo a sentir  saudades e o medo  aperta meu coração  em uma inquietude que temo que algo possa nos distanciar.
( Amália Tavares)  05/07/2012 às 17:38 hs